Céu azul na cidade cinzenta

Joel para no limiar da calçada, esperando pelo sinal verde do semáforo para pedestres. Apenas mais uma cor morta em meio a tantas. Cores cobrindo latarias, cores tingindo tecidos, simplesmente cores que não são cores.

A sua volta o mundo estava imerso em uma realidade em que tudo se funde ao concreto e ao asfalto, em que o reboco é coberto por tintas artificiais, em que tudo tem uma cor, os olhos se acostumam a não enxergar as cores, a ter sempre uma percepção superficial do mundo, mas enxergá-lo como se fossem sombras. Que importa se é azul, rosa ou laranja? Ele havia notado a cor da camiseta que vestiu pela manhã.

Um caminhão passa deixando uma nuvem de fumaça cinzenta irritando o nariz de Joel, que cobre com uma das mãos o rosto. Neste reflexo eleva os olhos para o céu e por acaso se depara com o esplendor de um dia limpo, do azul celeste acima dos prédios, do branco das nuvens e seu espetáculo natural. Como podem ser existir uma cor tão genuínas? Um mundo tão diferente coexistindo com o seu?

Homem contempla a cor do céu em meio ao ambiente cinzento da cidade.
Homem contempla a cor do céu em meio ao ambiente cinzento da cidade.
Desenho por Fausto Monpean

Ele recebe então um esbarrão, o semáforo sinalizou verde e ele não percebeu, sua visão é obrigado a voltar ao mundo de cores apagadas, onde não as percebe, ainda que não tenham nada de melhor a oferecer, podem ser mais perigosas  do que procurar a verdadeira beleza. É preciso ser cinza para viver neste mundo cinza ou você viverá a receber esbarrões.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.